O IEPRO foi criado em 1995, coroando a ideia do Prof. Francisco de Assis Moura Araripe, hoje magnífico reitor da UECE. O Prof. Araripe havia identificado a necessidade e vislumbrou a possibilidade da criação do IEPRO, tendo conhecido iniciativas semelhantes de outras universidades públicas.

A criação do Instituto obedeceu a modelo próprio, tendo sido fundado por dezoito entidades que bem representam a sociedade cearense, a saber: Fundação Universidade Estadual do Ceará – FUNECE; Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Estado do Ceará – SECITECE; Federação das Indústrias do Estado do Ceará – FIEC; Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – SENAI; Instituto Euvaldo Lodi – IEL; Banco do Nordeste do Brasil – BNB; Associação de Jovens Empresários – AJE; Federação das Associações de Comércio, Indústria e Agropecuária do Ceará – FACIC; Associação Comercial do Ceará – ACC; Centro Industrial do Ceará – CIC; Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Ceará – SEBRAE-CE; Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico – FUNCAP; Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas – FCDL; Fundação Demócrito Rocha – FDR; Federação da Agricultura do Ceará – FAEC; Fundação Núcleo de Tecnologia Industrial – NUTEC.

Instituição de direito privado, o IEPRO não faz parte da estrutura organizacional da UECE, mas mantém com esta um estreito relacionamento, seja pelo fato de que o Presidente do seu Conselho Deliberativo é o Reitor da Universidade, o Diretor Presidente da sua Diretoria Executiva é, obrigatoriamente, professor da UECE.

Criado com a finalidade de aproximar a academia da sociedade, o IEPRO adotou, em 2010, o slogan “O Conhecimento a Serviço da Sociedade”, que bem expressa a sua missão.

Nesses 15 anos, o IEPRO foi presidido pelos seguintes professores: Manoel Messias de Sousa (1995-1999), Francisco Cesar de Mattos Borges (1999-2004), Potiguar Fernandes Fontenele (2004-2006), João Alves de Melo (2006-2010) e Francisco Roberto Pinto (a partir de Maio de 2010).

De instituição diminuta, à mercê do esforço dos seus dirigentes e da contribuição dos seus colaboradores, o IEPRO cresceu em tamanho e em importância, sendo, hoje, um parceiro importante da própria UECE, das três instâncias de governo, de entidades privadas e até de instituições estrangeiras.

O foco da atual diretoria é a revitalização da imagem e a busca pela sustentabilidade.