O professor Roberto Pinto é o novo diretor presidente do Instituto de Estudos, Pesquisas e Projetos da Universidade Estadual do Ceará (IEPRO). Doutor em Gestão de Empresas pela Universidade de Coimbra (2008) e doutor em Administração pela Universidade Federal da Paraíba (2004), Roberto Pinto cita a revitalização da imagem do Instituto, a captação de novos projetos e a implantação de melhorias nos processos e métodos da entidade, como os principais objetivos de gestão da nova diretoria. Junto com o professor Roberto Pinto, assume também o cargo de Diretor de Operações e Controle do IEPRO o professor Samuel Façanha Câmara, doutor em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco.

Criado em novembro de 1995, o IEPRO tem a finalidade de contribuir para o desenvolvimento técnico-científico de instituições públicas e privadas do Estado do Ceará. Aproximando as culturas universitária, empresarial e governamental, o Instituto justifica-se, também, pelas crescentes inovações técnicas, organizacionais, gerenciais e financeiras que vem varrendo as economias desenvolvidas e em desenvolvimento, configurando uma verdadeira revolução empresarial.

“Assumimos a missão de dirigir o IEPRO, com o objetivo de resgatar os valores de uma entidade que visa ao desenvolvimento dos mais diversos setores. Afinal, quando se trabalha para o fortalecimento da educação, trabalha-se também para a sustentabilidade de toda a sociedade e dos ambientes local e global. O conhecimento não tem fronteiras nem limites, mas precisa de direcionamento e compromisso. E o IEPRO está comprometido com esse ideal de construção”, afirma Roberto Pinto.

Segundo o diretor de operações e controle, professor Samuel Façanha Câmara, a nova gestão já estabeleceu um planejamento estratégico que vai determinar a linha de ação do Instituto. “Vamos revitalizar a imagem do IEPRO, buscando agir através de uma administração transparente e com uma comunicação integrada entre os setores e a Universidade”.

Roberto Pinto adianta que a comunicação, inclusive, é uma ferramenta que será bastante utilizada pelo Instituto, a partir da implantação de novos veículos de divulgação (a exemplo deste informativo), modificações no site do Instituto e assessoria de imprensa, facilitando a divulgação das atividades realizadas. “São mudanças que vão assegurar maior agilidade em nosso trabalho, além de nos respaldar como entidade organizada e de credibilidade. Também vamos estimular o desenvolvimento de projetos, que estejam sintonizados com a missão do Instituto e da UECE, e que signifiquem oportunidades de captação significativa de recursos”, conclui.